ORTODONTIA – QUAL O LIMITE DE IDADE PARA SE USAR APARELHO?

A odontologia evoluiu nos últimos anos, sob o ponto de vista técnico, científico e preventivo, permitindo que um maior número de pacientes mantenha seus dentes até a idade adulta. Conscientes do valor dos dentes e desejosos de mantê-los com o melhor aspecto funcional e estético, observamos hoje uma maior procura de pacientes adultos nos consultórios de ortodontia.

Diversas razões justificam esse acontecimento: conscientização da necessidade advinda da correção dos dentes por parte das pessoas que têm compromissos sociais, afetivos e profissionais; aparelhos mais modernos, estéticos e confortáveis; maior acesso à informação pela sociedade, sabendo que os aparelhos ortodônticos realmente podem melhorar não só a aparência dos dentes e a face, mas também concorrem para um maior bem-estar psicológico, melhor auto-imagem e, como consequência, êxito profissional e social.

image

Falando de aparelhos ortodônticos, devemos salientar que existem hoje vários tipos. No que diz respeito à estética, além dos tradicionais aparelhos metálicos, que hoje já são bem menores em volume, eles podem ser feitos também de material quase transparente (polioximetileno), que os torna bastante estéticos e quase imperceptíveis, sem contudo prejudicar a eficiência.

Uma grande preocupação dos clientes adultos é a sensibilidade durante a movimentação dos dentes. Isso também reduziu-se bastante, graças aos novos fios ortodônticos, hoje fabricados com tecnologia avançada, usando ligas que contêm níquel, titânio, molibidênio, etc. Esses arcos chamados de termoelásticos têm a propriedade de ser ativados e desativados, conforme a temperatura bucal ou a ingestão de alimentos. Alimentos frios ou gelados desativam os arcos e alimentos quentes os ativam.

Em muitos pacientes adultos devemos assinalar que a terapia ortodôntica é necessária como complemento nos casos de cirurgia ortognática (casos de grandes desvios ósseos); na reabilitação protética (na ausência de dentes); na disfunção da articulação têmpora-mandibular (ATM) e, principalmente, em pacientes com problemas periodontais que necessitam manter a integridade dos tecidos de sustentação e proteção dos dentes pela eliminação das interferências oclusais.

Em decorrência dessa nova demanda, os ortodontistas são motivados a adquirir conhecimentos científicos e terapêuticos adequados ao tratamento, diferente daqueles planificados para as crianças e adolescentes. Devemos enfatizar ainda, que ao tratar adultos, não contamos mais com o potencial de crescimento ativo presente nos jovens, que poderia auxiliar a correção das más-oclusões dentárias e esqueléticas.

Os estudos concordam que a estética dental e facial é o principal fator que motiva os pacientes adultos de ambos os sexos a buscarem tratamento, seguido pelo alívio nas disfunções articulares e melhora da saúde fisiológica e dentárias.

Feitas estas ponderações, podemos enfatizar que o tratamento ortodôntico em adultos é uma realidade, com grande porcentagem de êxito para o profissional especializado e para o paciente motivado e que todos os esforços a serem desprendidos de ambas as partes serão gratificantes pois, um belo sorriso pode ser encantador, cativante, sensual, doce, meigo, atraente, sexy. Ou não?
Fonte: cruzeirodosul.inf.br

Esta entrada foi publicada em Dicas, Ortodontia e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>